Rede Democrática

Grandes avenidas ainda se abrirão por onde passará o homem livre! - Salvador Allende, 11 set 1973

  • aumente a fonte
  • Default font size
  • diminua a fonte
  • Cariocas bem

    Os ventos continuam soprando forte para o Flamengo que venceu o lanterninha  em Salvador. O Vitória tem uma defesa muito ruim e  o Juan, ex- Fluminense e, durante muito tempo, do Flamengo foi o destaque negativo falhando no primeiro gol e perdendo um pênalti que seria o empate, de uma maneira bisonha: fraco, à meia altura e perto do Paulo Vítor que fez uma excelente partida, além do pênalti defendido.   

    Por Nelson Rodrigues 

    Leia mais...
  • Marina abre o jogo e diz a que veio

    A equipe de direção do programa da Marina é inquestionavelmente neoliberal: Andre Lara Resende, Neca Setubal, Eduardo Gianetti da Fonseca. A independência (do governo e dos interesses públicos) do Banco Central (e sua subordinação aos bancos privados) desenha uma política interna em consonância com acordos bilaterais com os EUA, em que entre o pré-sal como espaço de uma nova aliança subordinada com o império dos EUA. Não contente de ser guindada à candidata da direita brasileira, Marina assume também a representação do capital financeiro internacional e da agenda dos EUA. 

    Por Emir Sader

    Leia mais...
  • As eleições e a posição classista dos trabalhadores

    Para alcançar a emancipação da escravidão assalariada em que está submetida a maioria dos membros da sociedade é necessária a unidade de todos trabalhadores em torno de um só objetivo: a derrubada do capitalismo. E isso só será possível por meio da consciência, organização e luta contra os que defendem os interesses dos ricos, seja nas ruas ou no parlamento.

    Por Wilson Santos

    Leia mais...
  • 60 anos da Carta Testamento e o fio da História

    Hoje, passados 60 anos, a denúncia e o chamamento à luta da Carta Testamento são um legado às forças populares, anti-imperialistas e classistas. São uma convocação para que essas forças retomem o fio da história nacionalista revolucionário das lutas do povo trabalhador e o caminho brasileiro para o socialismo. 

    Por Aurelio Fernandes

    Leia mais...
  • Declaração final do 20º Foro de São Paulo

    O encerramento do 20º Foro de São Paulo (FSP) aconteceu nesta sexta-feira (29) com o ato de clausura e a divulgação da Declaração Final. Durante toda a semana, La Paz, na Bolívia, abrigou o encontro da esquerda. Cerca de 180 delegações tiveram a incumbência de refletir sobre diversos pontos, levando em conta o tema: “Derrotar a pobreza e contraofensiva imperialista, conquistar o Viver Bem, o desenvolvimento e a integração de Nossa América”.

    Por Théa Rodrigues

    Leia mais...
  • FARC-EP querem o esclarecimento da verdade histórica

    O processo de paz na Colômbia acaba de dar um passo importante com a instalação da Comissão Histórica do Conflito e suas Vítimas (CHCV). Na quinta-feira (21/08), as partes reunidas em Havana, Cuba, anunciaram os nomes dos especialistas que farão parte deste organismo, que tem como objetivo contribuir para a compreensão do contexto do conflito e fornecer subsídios para as delegações nos diferentes pontos pendentes da negociação. O trabalho desta comissão servirá também como base para que a Comissão da Verdade, uma vez que se constitua, apresente ao país uma espécie de relatoria, produto de quase dois anos de negociações de paz sobre o conflito colombiano.

    Leia mais...
  • Os 35 anos de Anistia e a punição aos crimes da ditadura

    O CPMVJ - Comitê Paulista pela Memória, Verdade e Justiça, junto com os comitês da Paraiba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, produziu três vídeos para marcar os 35 anos da votação da Lei da Anistia, nesta quinta-feira, dia 28. O objetivo é aproveitar a campanha eleitoral e levar o Brasil a discutir os crimes da ditadura, defendendo a revisão da Lei de Anistia de forma a chegar à apuração e punição desses crimes. Para isso decidimos interpelar os três poderes da República – Executivo, Legislativo e Judiciário – sobre a impunidade dos agentes do Estado no período da ditadura militar.

    Por Antonio Carlos Fon

    Leia mais...
  • Militante do PSB contesta as “verdades” de Marina Silva

    Candidata Marina Silva, meu nome é Gustavo Castañon. Sou, entre outras coisas, filiado há mais de dez anos ao PSB, partido que hoje a senhora usa para se candidatar, professor na Universidade Federal de Juiz de Fora e um cristão convicto, como acredito que a Senhora também seja, do seu jeito. Investida de seu eterno papel de vítima, sua campanha lançou um site na internet chamado “Marina de Verdade” (com V maiúsculo mesmo) para combater supostas “mentiras” espalhadas contra a senhora na internet. Vou aqui responder uma a uma as afirmações de seus marqueteiros no site citado, oferecendo os links de fontes das minhas afirmações.

    Por Gustavo Castañon

    Leia mais...
  • A farsa da terceira via

    Com plano de arrochar o salário mínimo e a herdeira do Itaú em seu staff, a nova política de Marina Silva é apenas um gancho para içar incautos. Basta ver o perfil de sua campanha e dos que lhes são mais próximos. A coordenadora de seu programa de governo é a herdeira do Banco Itaú e seu guru econômico é Eduardo Gianetti, tão ou mais liberal que os tucanos.

    Por Wadih Damous 

    Leia mais...
  • Carlos Marighella, herói do povo brasileiro

    45 anos da transmissão do manifesto de Marighella pela Rádio Nacional. “Atenção, muita atenção! Senhoras e senhores: tomamos esta emissora para transmitir a todo o povo uma mensagem de Carlos Marighella”. Em 15 de agosto de 1969, ano de intensa repressão fascista no Brasil, os combatentes da Ação Libertadora Nacional (uma das organizações que travavam luta armada contra o regime militar), comandada por Carlos Marighella e Joaquim Câmara, realizaram uma ação ousada.

    Por Rafael Gomes Penelas

    Leia mais...